A Radio que só toca top , a sua noticia em primeiro lugar ,

Selma Arruda reafirma que foi cassada por perseguição e revela que será advogada

Selma ArrudaA EX

senadora Selma Arruda (Podemos), que a cassação do mandato oficializada pela Mesa Diretora do Senado nesta quarta-  (15), reafirmou que a perda do mandato  foi motivada por interesses políticos “obscuros”. Também declarou que a condução do processo não lhe garantiu ampla defesa. Em nota, a juíza aposentada  declarou que irá se dedicar à advocacia.

“Selma acredita que vontades políticas com evidentes intenções obscuras prevaleceram no seu julgamento, o que fere a soberania do sufrágio popular e a obediência aos princípios do contraditório e ampla defesa. A partir de agora, Selma irá se dedicar à advocacia e lutar para que outros cidadãos não tenham seus direitos cerceados como ocorreu no seu caso”, diz trecho da nota encaminhada pela assessoria de Selma.

Eleita em 2018 com 678.542 votos, Selma foi cassada por unanimidade pelo Tribubal Regional Eleitoral (TRE) de Mato Grosso por abuso do abuso de poder econômico e caixa 2 de campanha. Sua defesa recorreu, mas em dezembro o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a sentença  e convocou eleição suplementar.

A oficialização da cassação no Senado ocorreu hoje (15), após suspensão do rito devido a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19). Apenas o senador Lasier Martins (Podemos-RS) votou contra a perda do mandato de Selma. Votaram a favor os senadores Antônio Anastasia (PSD-MG), Sérgio Petecão (PSD-AC), Eduardo Gomes (MDB-TO), Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e Luis Carlos Heinze (PP-RS).

O Senado deve empossar, nos próximos dias,  o ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD), terceiro colocado nas eleições 2018, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF). Selma ainda pode judicializar a questão.

Fávaro deve permanecer no cargo até a realização da eleição suplementar. O TRE marcou para 26 de abril e os partidos realizaram convenções, oficializando 12 candidatos, mas o pleito acabou suspenso por causa da Covid-19.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.