A Radio que só toca top , a sua noticia em primeiro lugar ,

Engenheiro civil que morava em Vilhena morre aos 28 anos, com suspeita de Coronavirus, após viagem a Manaus

Exames, no entanto, ainda não confirmaram a doença

O FOLHA DO SUL ON LINE conversou, por telefone, nesta quarta-feira, 08, com a empresária cujo marido faleceu ontem, em Manaus (AM), com sintomas de Coronavírus. O corpo dele será sepultado na capital amazonense hoje, em caixão lacrado.

A entrevistada explicou que o companheiro, que tinha 28 anos, viajou para Manaus antes de serem adotadas as medidas de restrição contra a pandemia. Ele acabou permanecendo na cidade, já que os vôos para Vilhena, onde ele deveria chegar ontem, foram cancelados.

A esposa disse ter conversado com o marido por vídeo na noite de domingo, 05. “Ele parecia estar bem”, contou a viúva ao site. Horas depois, ele foi hospitalizado com suspeita de infarto, o que acabou descartado pelos exames.

O empresário, que era engenheiro civil e morava em Vilhena havia cinco meses, começou então a se queixar de falta de ar e precisou ser entubado. Já na tarde de ontem, ele não resistiu e veio a óbito.

A esposa disse que, apesar dos indícios de Coronavírus, só o resultado dos exames irá revelar se a morte foi em decorrência da Covid-19. Ela admite, no entanto, que Manaus tem sido uma das cidades mais atingidas pela doença.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.